Nota de solidariedade às alunas e ex-alunas do Colégio Brigadeiro Newton Braga

Nota de solidariedade às alunas e ex-alunas do Colégio Brigadeiro Newton Braga

Reiteramos aqui todo nosso apoio e acolhimento às alunas e ex-alunas do Colégio Brigadeiro Newton Braga.

Juntas! RJ 17 maio 2022, 22:06

Nós, da regional Juntas RJ do Coletivo Juntas, viemos por meio dessa nota ressaltar nosso apoio às alunas e ex-alunas do Colégio Brigadeiro Newton Braga que “denunciaram” dois professores da instituição por possíveis assédios sexuais. Recentemente, foi divulgado por veículos midiáticos que alunas e ex-alunas da instituição militar, subordinada à Força Aérea Brasileira, procuraram a Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ buscando apoio jurídico para encaminhar uma denúncia de possível assédio sexual contra os docentes Eduardo Mistura e Álvaro Luiz Pereira Barros. Em 2020, alunos já haviam feito relatos na internet sobre alguns professores do colégio, o que resultou em uma investigação interna por parte da instituição (G1, 2022). No entanto, o modo como algumas das ex-alunas foram tratadas quando chamadas para prestar depoimento no colégio evidenciou, mais uma vez, as violências derivadas da estrutura extremamente patriarcal das instituições militares.

A estruturação militarista das escolas é conhecida por ser coercitiva, patriarcal, moralista e hierarquizada. Tais características são impostas principalmente aos estudantes, os colocando como inferiores aos professores e aos militares das instituições, o que, como consequência, dificulta que alunas e alunos façam denúncias sobre os docentes. A situação fica ainda mais grave quando as denúncias são feitas e, ao invés de serem tratadas como vítimas, as estudantes se sentem culpadas, como suspeitas de algo.

Precisamos questionar o modo como a estrutura militar contribui para oprimir vítimas de quaisquer violências nessas instituições e temos que demandar mudanças na cultura produzida nesses locais e no processo de denúncia. Não podemos nos calar enquanto mais alunas e ex-alunas aparecem com seus relatos, não podemos nos desmobilizar enquanto ainda existem tantas mulheres caladas.

Reiteramos aqui todo nosso apoio e acolhimento às alunas e ex-alunas do Colégio Brigadeiro Newton Braga. Somamos nossa luta com a de vocês.


Inscrições para Reunião aberta “A luta contra a privatização dos presídios brasileiros”

Participe da reunião aberta do Juntas! sobre "A luta contra a privatização dos presídios brasileiros" no dia 13 de dezembro às 19h

Inscreva-se!

Parceiros

Entre em contato!

Política de privacidade

Mensagem enviada com sucesso!